Negócio próprio ou franquia: qual o melhor empreendimento?

Mercado de Franquias

Written by:

É comum que apareçam receios e dúvidas na hora de abrir um negócio próprio ou franquia. Você pode se perguntar qual é o melhor modelo para investir, mas chegou a hora de entender como fazer a sua escolha!

Se você se encontra nesse impasse, então está no lugar certo! Este post foi elaborado especialmente para você que quer ser dono do próprio negócio e ainda não sabe em que fazer o seu investimento. Portanto, continue a leitura e dê mais um passo para se tornar um empresário de sucesso!

Por que investir no empreendimento certo é fundamental para o sucesso?

A dedicação de tempo, a elaboração de um plano de negócio, a realização de pesquisas de mercado e o dispêndio de recursos financeiros são alguns requisitos para abrir uma companhia.

O que poucas pessoas sabem é que isso não basta para atingir o sucesso. Para ser um empresário bem-sucedido, é preciso, primeiramente, escolher um negócio compatível com o seu perfil.

As possibilidades são inúmeras. Você pode abrir sua própria empresa, comprar uma companhia já existente, investir em um negócio próprio ou franquia, e até começar uma sociedade. No entanto, é essencial buscar informação antes de investir para entender a compatibilidade com o seu perfil de empreendedor.

Para isso, basta definir quais são suas prioridades. Por exemplo: é mais importante para você ter autonomia ou obter um suporte do franqueador? Você prefere um lucro maior daqui a alguns anos ou um lucro menor no curto prazo?

Analisar esses aspectos é uma das maneiras de facilitar a decisão sobre o tipo de empreendimento mais adequado.

Quais as principais diferenças entre um negócio próprio ou franquia?

Cada tipo de negócio tem características próprias, que dependem muito da área de atuação, mas também podem ser diferenciadas entre o negócio próprio ou franquia.

Separamos as principais particularidades desses dois modelos, para você entender as diferenças entre eles!

Franquia

Ao obter uma franquia, você investe em um modelo de negócio pronto que pode ser menos flexível do que um empreendimento próprio.

No entanto, você terá suporte, conhecimento de mercado e uma marca estabelecida no setor. Além disso, fará parte de uma rede de empresários que compartilham das suas dificuldades e necessidades — o que pode ser um grande diferencial competitivo.

Optar por uma franquia é indicado para pessoas que querem ter um investimento seguro e obter ajuda durante todo o processo. É importante ressaltar que, para isso, não precisa abrir mão da sua autonomia, pois você ainda será o responsável pela gestão da sua empresa.

A grande diferença é o franqueado será um parceiro à sua disposição, que vai poder proporcionar várias vantagens. Para exemplificar, imagine um investimento no segmento ótico e a escolha de uma determinada franquia.

Suponha que o franqueado seja conveniado com os melhores laboratórios do país, sendo eles os responsáveis pela fabricação das lentes.

Por meio dos convênios, você poderia obter uma grande economia de custos se considerar as possibilidades que teria enquanto dono de uma ótica própria. Dessa forma, você ofereceria um preço mais competitivo para os clientes. Interessante, não é mesmo?

Negócio próprio

Nesse tipo de empreendimento, você tem a possibilidade de começar uma empresa do zero, cuidando de cada detalhe. Uma forte vantagem é que você não precisa dividir o lucro.

Entre as desvantagens estão a falta de conhecimento sobre o mercado e o fato da marca ser desconhecida. Além disso, o ROI (Retorno sobre Investimento) costuma ser mais demorado.

Se você quer ter total autonomia sobre o seu negócio, tem segurança para gerir a empresa e sabe como se diferenciar dos concorrentes, o negócio próprio pode ser a escolha ideal.

Como escolher o negócio certo para você?

Para tomar a decisão entre negócio próprio ou franquia, você precisa analisar todas as características que envolvem cada tipo de negócio.

Para se manter na concorrência e alcançar bons resultados, estratégias sólidas são fundamentais no planejamento, mas os fatores interligados ao empreendimento também fazem a diferença.

Confira a seguir alguns pontos a serem questionados!

Lucro

O lucro é o principal objetivo do negócio e, por isso, deve ser muito bem avaliado. Independentemente do tipo de negócio, toda empresa tem mais ou menos propensão a levantar rendimentos.

Para chegar ao lucro, você deve fazer o balanço de “custos x atratividade” de público e, nesse sentido, cada modelo tem uma vantagem diferente. Com o negócio próprio, os rendimentos ficam com o proprietário e os sócios, mas há taxas a serem pagas para o governo.

Enquanto isso, quem opta por uma franquia precisa ainda compartilhar os ganhos com o franqueador, a partir de taxas específicas, podendo ou não ser eximido de determinadas taxas públicas. Por outro lado, o empresário tem nas mãos uma marca mais consolidada para fidelizar clientes.

Risco

A fidelização de clientes, inclusive, é um ponto importante na hora de verificar o risco do negócio. Esse fator envolve muitas variáveis, como a pertinência do negócio na região escolhida, tendências de mercado, pertinência de longo prazo e volatilidade do tipo de negócio, análise de forças e fraquezas etc.

O negócio próprio tem mais possibilidades de crescimento, já que o próprio investidor pode se tornar um franqueador, porém, ao mesmo tempo, traz mais riscos para se estabelecer e se fixar no mercado.

A franquia, por outro lado, mostra-se um modelo mais seguro, justamente por ser um negócio já consolidado e com maior proximidade do público.

Popularidade

Se a franquia já tem mais intimidade com o público, por resgatar um nome de peso no mercado, pode-se dizer que o modelo é mais popularidade, certo? Bom, depende.

Você precisa entender que as chances de um negócio próprio ganhar espaço entre a concorrência são altas ou envolve muitos riscos. Existe influência, por exemplo, da quantidade de concorrência no seu público-alvo (incluindo a região de atuação), os formatos de venda — ponto físico, loja virtual, aplicativo etc — a facilidade de posicionamento de marca, entre outros fatores.

De modo geral, o marketing também deve ser analisado para atrair o público. Na franquia, os esforços de divulgação são menores.

Perfil

Entre riscos e potenciais, o ponto decisivo para escolher entre negócio próprio ou franquia é, de fato, o seu perfil de empreendedor. Vale ressaltar que todos os fatores têm vantagens e desvantagens, mas quem faz o negócio girar é você.

Se o seu perfil inclui características como forte de liderança, terá mais facilidade para gerenciar um negócio próprio e caminhar em direção ao sucesso. Por outro lado, há quem veja na franquia uma oportunidade de já entrar no mundo dos negócios com estabilidade.

Vale ressaltar que não necessariamente porque você é um bom líder, a franquia deixa de ser válida. Pelo contrário, ela permite a transformação de um negócio já em estável em ótima fonte de receitas, com chances ainda maiores de se posicionar no mercado e entre o público-alvo.

Como você pode perceber, os fatores para escolher entre negócio próprio ou franquia estão muito interligados. Para determinar as chances de obter lucro, os riscos devem ser ponderados, sendo influenciados pelas possibilidades de popularidade da marca.

Entre todos esses fatores, o perfil é o que mais impacta nas chances de sucesso, já que os esforços dependem de como o investidor gerencia o empreendimento.

Entre negócio próprio ou franquia, é visível qual se destaca mais. A franquia traz mais facilidade e velocidade para obter o retorno de investimento, já começando com uma marca forte no mercado. Logo, o empreendedor não precisa se esforçar tanto para garantir a estabilidade do negócio, até por correr menos riscos.

Para iniciar o seu negócio, não se esqueça de tomar cuidado redobrado com o seu orçamento e o planejamento financeiro. Aproveite para conferir também algumas dicas essenciais para a gestão financeira de franquias!

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.